O QUE ROLOU COM A ADAPTAÇÃO DE A 5ª ONDA?

Oi, gente! Todo mundo sabe que quando se trata de adaptações de livros para filmes ou séries de televisão sempre encontraremos discórdias entre o público. Adaptar um livro é uma tarefa muito difícil e como filmes ou séries de televisão são mídias muito diferentes, é claro que haverão mudanças. Algumas boas e outras ruins, algumas grandes e outras pequenas. O importante é sempre manter a cabeça aberta.

the-5th-wave-dom-5WV_DGTL_MKT_2_rgb1

Nessa semana eu vou falar de um livro que li no ano passado, pouco depois de ser anunciado o lançamento do filme e que estreou aqui no Brasil no dia 21 de Janeiro. A 5ª Onda foi escrito por Rick Yancey, e acompanha a luta de uma adolescente, Cassie, depois que mundo sofre diversos ataques alienígenas, conhecidos como As Ondas.  No último domingo eu tive a oportunidade de assistir à adaptação no cinema. E antes de mais nada quero deixar claro que isso aqui é a minha opinião, se a sua não é a mesma, ótimo!

Diferentemente do livro, o filme acabou sendo mais previsível do que eu gostaria. E também contou com uma atuação um pouco forçada. Por mais que eu tenha aplaudido a escolha do elenco, que pela primeira vez tinha a mesma ou muito próxima idade dos personagens, como Chloë Grace Moretz (Cassie Sullivan) e Nick Robinson (Ben Parish), eles deixaram a desejar.

22974698410_a430f834c0_o

Em questão de adaptação, eles fizeram um ótimo trabalho. Tirando alguns detalhes e a rapidez com que filme se desenrolou, no geral, houve fieldade ao livro. O que muitas vezes não é comum em adaptações. Por isso, parabéns.

Os efeitos especiais também foram de ótima qualidade, fazendo com que tudo fosse bem realista, exceto as cenas de luta. Fica difícil acreditar que crianças (literalmente) e a própria Cassie tenham adquirido a habilidade de lutar em tão pouco tempo. Isso pode acontecer pelo fato de tudo ter acontecido tão rápido. Além disso, as coreografias das lutas não foram muito convincentes.

Por mais que esse seja o meu parecer sobre a adaptação, o público brasileiro parece não concordar. Em apenas poucos dias, o longa já chegou ao topo da lista de filmes mais assistidos no país, com uma bilheteria de 6,7 milhões de reais, ultrapassando todos os concorrentes. E vale lembrar também, que como o livro, o filme tem como objetivo atingir ao público jovem, ou seja, talvez tudo isso que eu comentei aqui não tenha importância.

Com certeza essa não foi a minha adaptação preferida, mas como eu ainda tenho muito interesse na história, gostaria bastante que houvesse uma continuação. Do mesmo jeito que a série Divergente não foi assim tão boa no começo, com o tempo, só teve a melhorar. Agora é torcer para que o segundo livro da série, O Mar Infinito, também seja adaptado para a telona.

O livro é da editora Fundamento e está disponível para compra no site da Saraiva e lá você também encontra o segundo volume da série, O Mar Infinito. Não deixem de ver o filme e tirar as suas próprias conclusões. Eu vou deixar aqui embaixo o trailer para vocês assistirem e espero que gostem. Até o próximo post!

Beijos,

L.

• Facebook  Twitter  Instagram  Youtube  Pinterest  Tumblr 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s