COMO É O TOEFL? PT. 2

Oi, gente! A prova é dividida em quatro partes, cada uma valendo o total de 30 pontos, e são elas: reading, listening, speaking e writing, respectivamente. Na primeira parte, o reading, você lê de 3 a 4 textos diferentes e responde de 12 a 14 perguntas sobre cada um e tem de 60 a 80 minutos para completar tudo. Os textos são sobre assuntos basicamente universitários, por exemplo, na minha prova teve um texto sobre uma espécie de dinossauro. Mas não se preocupe, não é necessário conhecimento prévio do assunto e os textos não são de difícil compreensão.

Uma dica valiosa para essa parte do teste, que eu vi em vários sites e fiz no dia da minha prova, é não ler os textos. Se você ficar lendo todos os textos, não vai ter tempo de responder a todas as perguntas. Então é melhor ler a pergunta e encontrar a resposta em uma parte do texto. Assim, você não perde tempo e ainda rola dar aquela última conferida antes de finalizar.

Depois de aprender muito sobre diversas áreas acadêmicas, vem a parte do listening, também sobre assuntos universitários. Ele é composto basicamente por palestras, aulas ou conversas, e depois são feitas algumas perguntas sobre o assunto. São de 4 a 6 palestras ou aulas de 3 a 5 minutos de duração cada e 6 perguntas por cada áudio; e também de 2 a 3 conversas de 3 a 5 minutos de duração cada e 5 perguntas por áudio.

Parece muito, né? Essa parte da prova dura de 60 a 90 minutos, mas mesmo sendo uma das mais longas, não é a mais difícil. Vale lembrar que antes de começar a prova eles disponibilizam papel e lápis para você, assim é fácil fazer anotações durante os áudios, o que vai ajudar muito na hora de responder as perguntas.

Quando você finaliza essa parte, surge um relógio na sua tela dizendo que você tem dez minutos de intervalo, e o relógio começa a contar o seu tempo. É meio assustador todo esse controle de tempo, mas no final, acaba ajudando bastante.

Voltando do intervalo vem a parte mais rápida e a mais temida por muitos, e por mim também, que é o speaking. Ele dura 20 minutos e são 6 perguntas, em duas delas você vai falar a sua opinião sobre determinado assunto e as outras quatro envolvem áudio e leitura, não sendo de opinião, e sim demonstração de fatos já citados.

É importante frisar que você tem 15 ou 30 segundos para pensar na sua resposta e 45 ou 60 segundos para a sua resposta. Não se desespere, a dica é ficar calmo e usar um vocabulário simples, que seja de fácil entendimento e, assim, diminuindo as suas chances de se enrolar e errar. O que ajuda bastante também no speaking é anotar todas as informações que forem disponibilizadas, ficando mais fácil de lembrar na hora de formular a sua resposta.

Tirem de alguém que ficou extremamente nervosa nessa hora, mas soube manter a calma e controlar o tempo, o speaking foi uma das minhas melhores notas da prova, então dá para ver que é possível sim se dar bem nessa parte da prova. Não se apresse, fale com calma e com clareza.

Chegando à última parte da prova, você está acabado, cansado e faminto. Pelo menos comigo foi assim. Eu já não aguentava mais pensar em nada e tinha chegado a parte em que eu mais precisava fazer isso, o writing.

Você tem apenas 50 minutos para elaborar duas redações. Duas? É isso mesmo. Pior que ENEM, não é mesmo? Bom, a primeira tem duração máxima de 20 minutos, e é basicamente discorrer e comparar um texto e um áudio que são disponibilizados. Sendo assim sobram mais 30 minutos para a segunda redação, que é elaborar um texto de opinião.

Outro ponto que vale ressaltar é que as duas redações tem quantidade mínima de palavras, na primeira é entre 150 a 220 e a segunda é entre 300 e 350 palavras. E isso é bom e ruim. Ruim por que quando a criatividade falha, a gente sempre começa a encher linguiça, e bom por que quando vemos que atingimos a quantidade necessária, bate aquele alívio e terminamos a redação com muito mais ânimo.

Então depois de longas quatro horas, a prova chega ao fim e aí é só torcer e esperar pelos resultados. Como eu já disse antes, o TOEFL não reprova, ele simplesmente mede o seu nível de inglês. E aqui vai uma realidade: não é uma prova difícil, e sim uma prova cansativa. Eu saí do centro de aplicação cansada, com fome e irritada por ter ficado tanto tempo na frente do computador, mas saí de lá confiante e tranquila também.

A ETS, responsável pela prova, tem o prazo de 10 a 13 dias úteis para disponibilizar os resultados online, lá na sua conta do TOEFL e de 4 a 6 semanas para enviar para a sua casa. Porém, os meus resultados só chegaram aqui em casa no final de março, e fiz a prova no meio de janeiro. Mas não se preocupe, caso você tenha que entregar esses resultados, a versão online é idêntica a versão impressa, e os processos seletivos de intercâmbio aceitam as duas.

Resultado do TOEFL disponibilizado online.

A conclusão que cheguei depois que vi meus resultados foi a seguinte: não existe jeito certo ou errado de estudar para o TOEFL, existe o que cada pessoa sabe e como cada um reage na hora do nervosismo. Um conselho que dou e que funcionou muito bem para mim, foi treinar com as provas disponíveis e sempre contando o tempo. Aprender a controlar o tempo é muito importante. Desse jeito você tem uma noção muito clara de como tudo vai ser no dia. Nessas horas a pior coisa é ser pega de surpresa, né?

Beijos!

• Facebook  Twitter  Instagram  Youtube  Pinterest  Tumblr 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s